segunda-feira, 2 de março de 2009

02/03

Há exatos 13 anos, o Brasil sofreu uma de suas mais inesperadas perdas. No dia 02/03/96 a banda Mamonas Assassinas foi vítima de um acidente fatal, em pleno auge de sua carreira. A banda era formada por Dinho (vocal), Bento Hinoto (guitarra, violão e backing vocal), Júlio Rasec (teclados), Samuel Reoli (baixo) e Sérgio Reoli (bateria). O acidente até hoje não foi plenamente esclarecido.

A banda contagiou todo o país com sua irreverência e até hoje é lembrada por todos. Por mais que alguns tentem negar, não há quem não goste de Mamonas ou que nunca tenha ouvido as músicas 'Robocop Gay', 'Pelados em Santos' e 'Vira-vira', dentre outras.

Este ano será lançado um documentário sobre a banda, baseado na biografia escrita por Eduardo Bueno 'Blá, blá, blá: a biografia autorizada dos Mamonas Assassinas'. A previsão de estréia é para março ou abril.

Foram lançados 2 CDs e 2 DVDs póstumos:

*1998: Atenção, Creuzebeck: A Baixaria Continua (CD com 3 músicas inéditas).
*2001: Show Ao Vivo: Arquivo Familiar (DVD)
*2004: MTV na estrada (DVD)
*2006: Mamonas Ao Vivo (CD com a música 'Não peide aqui, baby', paródia de 'Twist and Shout')

Em 2008 a Rede Globo fez uma homenagem à banda no programa 'Por toda a minha vida', apresentado por Fernanda Lima.
Cá está um vídeo para matarmos a saudade de uma das bandas mis cativantes do Brasil, o clipe da música 'Pelados em Santos'.

5 comentários:

Débora disse...

Putz.... Mtas saudades, eu lembro q tinha 10 anos qdo eles se foram... fiquei mto mal...
Ainda com aqueles programas master sensacionalistas fazendo a corbertura do acidente... aff...

Mas guardo sempre a alegria q eles traziam.. nossa, não tem quem não saiba cantar todas as músicas dos mamonas..!!

Estou ansiosa pelo documentário!!!

Debby

http://pormimeporvc.blogspot.com/

Wagner Lopes disse...

É muito triste isso que aconteceu. Justo no auge da carreira deles, sem contar que eram novos =/

Ingridtje disse...

Ahh Que saudades... Eu adorava eles

Patrícia A. disse...

Mamonas *-*

Mr. Blue disse...

Eu sou adepto da idéia de que tudo tem um motivo justo pra acontecer, tipo um "masterplan" que nós nunca estaremos habilitados a entender, pelo menos enquanto formos seres humanos...

mas até hoje eu penso às vezes como seriam grandes ídolos como Mamonas, Raulzito, Cazuza, Renato Russo, Freddie Mercury, Tim Maia, entre muitos outros, como eles estariam hoje, já em idade mais avançada, como seriam seus rostos, seus ultimos CD's, suas músicas, como eles estariam se adaptando a este tempo! Às vezes eu queria ter o poder de ressuscitar as pessoas!!

Talvez ter uma carreira bem sucedida, conturbada, estar no auge, ser reconhecido e morrer antes de cair no esquecimento ou se tornar cansativo, sejam os ingredientes pra fórmula da eternidade!