segunda-feira, 9 de março de 2009

Grease - Nos tempos da brilhantina

Há muito tempo que me enrolo pra fazer um post sobre Grease, um dos meus vícios do momento. Na verdade faz muito tempo que conheço Grease, desde que me conheço por gente tenho assistito o VHS do filme que meu pai gravou da Globo, tem as vinhetinhas e tudo. Conhecer, conhecia; assistir, assistia; mas adorar o filme, só agora. Passei muito tempo sem ver o filme, só voltei a assistí-lo depois que eu li o livro, que, aliás, eu nem sabia que existia. Tá certo, deixa eu explicar direito pra vocês entenderem.

Vamos começar pelo começo. Certo, como eu disse, eu conheço Grease há muito tempo, mas até o dia em que descobri o livro não tinha nenhum interesse especial, era só um filme antigo e bom que eu tinha assistido dezenas de vezes e sabia de trás pra frente. Pois bem, um dia me deparei com o livro. Como nunca tinha visto, não pensei duas vezes antes de surrupiá-lo de onde estava (ninguém ia ele, então era melhor que o livro ficasse com alguém que cuidasse dele, certo?), coisa que não me arrependi de ter feito, pois descobri que é uma verdadeira raridade.

Então vamos prosseguir. Bom, desdeque descobri o livro fiquei fascinada por Grease e, como eu sempre faço quando me vicio em algo, fui direto pra wikipédia, pro orkut e pra tantos outros sites em busca de mais informações. Mas foi no Wikipédia que fiz uma grande descoberta: um fã-site de Grease, Adoro Grease , com informações, curiosidades, biografias dos atores e etc. e tal.

Certo, mas talvez nem todos conheçam Grease, então vou apresentá-los à este espetacular musical. Pra começo de conversa, é interessante saber que o filme foi baseado em um musical da Broadway, que até hoje está em cartaz, e sempre é um grande sucesso. Em 2 de julho de 1978, Grease estreiou no cinema, sendo um sucesso em bilheteria. O filme estrelado por John Travolta e Olívia Newton-John, conta a história de Sandy e Danny, que após viverem um incrível romance nas férias de verão, se separam e, por um truque do destino, acabam se reencontrando na escola.

Pra quem não viu, vale como dica; a quem já viu, assista de novo, vale a pena! As músicas do filme são sucessos até hoje, e dificilmente alguém desconheça. Vou postar dois vídeos retirados do filme, com as duas músicas mais conhecidas: 'Summer Nights' e 'You are the one that I want'.

*Summer Nights





*You are the one that I want:





Então esse post serve como dica de filme, de música e de literatura (se tu tiver sorte de encontrar o livro, claro). Espero que tenham gostado das dicas... =]
Até um dia, gurizada...

3 comentários:

mat disse...

Adorei essa postagem.
Esse filme foi,com certeza,a inspiração para High School Music.

Déia ☼ disse...

Oi amiga Blogueiraaa! Já manifestei o meu voto pra vc! BOA SORTE!!!!

Estou sumida mesmo, não tô conseguindo administrar o tempo ao meu novo rítmo de vida...mas eu chego lá! Assim que me estabilizar nessa nova rotina "corrida" eu voltarei a postar com mais frequencia....mas pode deixar que ñ esquecerei de vc NÃO, estarei aqui sempre que puder!

Bjus♥

Pandora disse...

Quando gosto de um filme ou qualquer coisa também vou logo pesquisar, buscar informações na net e derivados... E fico na compulsão também, leio e releio até cansar, vejo e revejo, escuto e reescuto, meus irmãos dizem que isso é mania infantil rsrs...

Adorei a resenha do filme que vc fez no Gurias, vim de lá! Amei saber um pouco mais desse filme, é um clássico e quando tiver oportunidade levo ele para a sala de aula!

Cheros Ana, valeu pelas preciosas informações!