terça-feira, 12 de maio de 2009

Raul Seixas

Agora tive a maravilhosa idéia de procurar frases do Raul Seixas, e encontrei essas genialidades. E viva o Raulzito!

"Sou o que sou porque vivo da minha maneira...
Você procurando respostas olhando pro espaço,
e eu tão ocupado vivendo...
Eu não me pergunto,
Eu faço!"

"Um sonho sonhado sozinho é um sonho. Um sonho sonhado junto é realidade."

"A arte de ser louco é jamais cometer a loucura de ser um sujeito normal." (adorei essa!)

"O sonho do careta é a realidade do maluco."

"A desobediência é uma virtude necessária à criatividade."

"Quero a certeza dos loucos que brilham. Pois se o louco persistir na sua loucura, acabará sábio."

"Ninguém morre, as pessoas despertam do sonho da vida.

"Eu não sou louco,
É o mundo que não entende minha lucidez..."

"Do materialismo ao espiritualismo é uma simples questão de esperar esgotarem-se os limites do primeiro." (Amém!)

"De que o mel é doce é coisa que eu me nego a afirmar, mas que parece doce eu afirmo plenamente."

"Logica e razão são coisas da terra. Eu divido as coisas da terra, coisas do universo e coisas da coisa. E as coisas da coisa, minha filha, essas é que são o negócio, entende? Quem é que pode explicá-las?"

"Deus tem mais de mil nomes: dinheiro, ídolos, gurus, carro, cigarro, drogas, o Salvador, livros, desejos insatisfeitos, sexo neurótico, status, sonhos, muletas, casa, hobbies, cinema, TV, rádio e a pergunta POR QUÊ?"

"Tem gente que a vida inteira, fica travando inutil luta com os galhos, sem saber que é lá no tronco que ta o coringua do baralho."

2 comentários:

Mr. Blue disse...

O Raul não era um grande músico, não era um grande poeta, e nem nunca os foi. Raul foi "O" grande músico e "O" grande poeta!

Uma das coisas de que eu mais vou me arrepender pelo resto da vida é de não ter passado mais tempo no palco de tributo ao Raul Seixas, na Virada Cultural aqui em sampa (uma iniciativa da prefeitura de sampa de todo ano promover um final de semana com 24h de shows de diversas bandas, grátis, em vários pontos da cidade de São Paulo), há duas semanas atrás. Perdi muita coisa boa, muito boa. Afinal o palco consistia em 24h de puro Raul, a discografia dele completa, no qual cada banda tocava um CD da carreira dele na íntegra. Perdi o Nasi fazendo tributo ao Raul, perdi a banda Velhas Virgens fazendo tributo ao Raul, perdi o Marcelo Nova não só fazendo um tributo mas como tocando o cd Panela do Diabo dele e do Raul, perdi o Edy Star, o último integrante vivo da Sociedade da Grã Ordem Kavernista (uma banda do Raul com a qual ele lançou o segundo CD da carreira) e perdi Os Panteras (primeira banda de Raul), enfim, e muitas outras coisas!

Decepcionante né? É pra passar o resto da vida arrependido e me condenando por isso né?

Erica Ferro disse...

Amei essas:

"Eu não sou louco,
É o mundo que não entende minha lucidez..."

"Do materialismo ao espiritualismo é uma simples questão de esperar esgotarem-se os limites do primeiro." (Amém!)