sábado, 7 de agosto de 2010

Sobre ser louco

Mergulhei nessa loucura tão boa
Esqueci-me das dores causadas pela sanidade
Afoguei as ansiedades, as saudades
E toda a imbecilidade

Libertei a mim mesma
Abandonei os pesares
Sorri para o espelho
Conheci a liberdade

Sou louca por opção
Ou seria por predestinação?
Tanto faz...
De ser louca eu não abro mão!

A loucura não pesa
E não machuca
Perco a cabeça
Mas o coração não!
(Ferro & Seerig)
____________________
Vejam só, resolvemos parar de atormentar no twitter os nossos pobres seguidores (ou devia dizer os cabeça-ocas que ignoram o aviso e seguem nós duas?) e criar vergonha e atualizar nossos blogs. Uma com menos ideia e inspiração que a outra. "Vamos fazer um poema, Seerig?", pediu-me Erica. Tô meio doida hoje, mais que o comum, e concordei, até porque faz tempo que ela insiste nessa de que eu devo escrever poemas. Pois bem, acabo de provar minha falta de talento pra isso. De qualquer modo, aí está, afundamos juntas (e os leitores da Erica devem estar p. comigo porque ela nunca teve um poema tão ruim publicado) e ninguém saberá quem escreveu as piores partes (se bem que isso é fácil de identificar levando em conta que a poetisa da dupla não sou eu). Brincadeiras à parte, falemos sério: podia ter sido pior. (Especialmente se tivessemos insistido na nossa inspiração inicial que não será revelada.) Mas fiquem tranquilos, de minha parte, isso não volta a acontecer, não me meto mais com versos, os interessados que visitem o blog da Ferro. O que mais dizer? Apenas que cheguei a seguinte conclusão: Ana e Erica juntas nunca falam e escrevem coisas com sentido, então fale com uma por vez e não siga as duas no twitter. E sejam felizes!

10 comentários:

Erica Ferro disse...

Seerig, não tem pra ninguém. Somos genais e esplêndidas na poesia... hahahahaha.
Arrasamos, arrasamos!

O que a falta do que fazer não faz, hein?

Beijo, poetisa. ;)

[Nossos fãs estão nos amando mais depois desse poema; pode crer, hahahaha....]

Ana Carolina Lima Da Rosa disse...

adorei, bom trabalho :DD
haha :]

Jota disse...

Ah, então era você ontem com a @ericona no twitter??! auhsuahsuahshas
Vocês até que foram produtivas nisso, gostei muito.

Estou te seguindo, beeeijos ;**

Amanda Arrais disse...

Vi o poema do blog da Erica e passei aqui pra conferir. Lindo também o seu.

Freedom...

=*

Allyne Araújo disse...

que isso guria?! vcs souberam escerver muito bem!, adoro poemas que abrem mao de regras e perfeiçoes, e esse de vcs esta demais! adorei adorei adorei!!!!!!! vamos fazer um tb?!! srsrs beijooooooo

Cacheada disse...

Hey, eu entendi seu ultimo post...
eu só fui um pouco 'agressiva e complexa' pois quis fazer um comentário mais forte..
é, bem...
=D

Lindo poema, cara, daria uma música dessa história, um texto excelente,..
essa parte aê de ficar com o coração..
sei lá, as vezes no fim...
eu fico sempre com aquela pergunta..
E o que sobra?

Luciana Brito disse...

Cometi o pecado de não vir aqui para ler mais textos teus e peço perdão por isso.
Mas realmente gostei muito desse poema, por que sou completamente fã da ideia de ser um pouco louco... coisa de psicólogo achar que ninguém é normal kkkkk

Beijo!!

Natália disse...

Acho que nem preciso dizer, mas vou dizer, adoooorei :D bj

Dayane Pereira disse...

Devo dizer que sigo as duas no Twitter, que que adoro.
e que o poema ficou no mínimo, divertido, rsrs

Luna Sanchez disse...

Suas looooooouuuuucaaaaaaaaaaas! \o/

Gurias, atualmente é na loucura que está a minha ansiedade, saudade e meus pesares...só por isso estou evitando-a, mas espero que seja uma situação temporária porque gosto dela (da loucura, digo).

Escrevam mais em conjunto, sim. Eu gostei bem muito!

Beijos.

ℓυηα