segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Christie: "A resposta britânica ao sucesso de Creedence Clearwater Revival"

Jeff Christie entrou no mundo da música com uma banda chamada Outer Limits. Quando a banda se separou, resolveu arriscar a carreira de compositor. Gravou uma demo tendo como banda-apoio The Tremeloes, mas o que foi gravado nunca saiu dos estúdios. Mike, irmão de um dos componentes do The Tremeloes, Alan Blakely, gostou muito das letras de Christie, o que fez com que este criasse ânimo para montar uma banda. Esta contou com Christie no baixo e nos vocais, Mike Blakely na bateria e Vic Elmes, que fez parte de outras bandas com Blakely, na guitarra, e optou por usar o sobrenome de Jeff Christie para nomear o trio, que acabou sendo visto como a resposta britânica para o sucesso da banda americana Creedence Clearwater Revival. 
O primeiro single, "Yellow River", veio à luz usando os backing vocais da gravação de estúdio com The Tremeloes. Independente disso, a música fez um estrondoso e inesperado sucesso, ficando na parada de sucesso da Grã-Bretanha por vinte e duas semanas e chamando a atenção até nos Estados Unidos. O single seguinte do trio, "San Bernardino", ficou em primeiro lugar na Alemanha e em sétimo na Inglaterra, embora tenha ficado nas áreas mais baixas do TOP100 americano. O disco chamado "Yellow river", lançado em 1970, no entanto não ganhou destaque, tendo uma venda mediana, apesar de ficar nas listas da Billboard por dois meses e meio. O disco poderia e deveria ter ido mais longe, mas, por alguma razão, a música que poderia ter sido o terceiro grande single da banda, "Man of many faces", ficou de fora. 
O grupo sofreu muitas mudanças em 1971, como a saída de Mike Blakely, cansado da exaustiva turnê, que foi subustituído por Paul Fenton. A banda não apresentou novo disco até metade daquele ano, quando lançou "For all mankind", no qual houve mudanças perceptíveis, abandonando o estilo pop, e cujo single "Picture painter" não alcançou o sucesso dos anteriores. Com a entrada de Howard Lubin, surgiu "Iron horse", que acabou sendo um single tão bom quanto os de "Yellow river". No entanto, Christie e Elmes começaram a se desentender pessoal e profissionalmente, separando o quarteto. Elmes fez nome como guitarrista e se destacou ao fazer a trilha sonora da série "Space: 1999", entre outras. Fenton se tornou integrante da banda T-Rex, enquanto Lubin participou da gravação do disco "Overnight angels", de Ian Hunter. Jeff Christie manteve a banda com integrantes novos. Houve discussões quanto ao uso do nome da banda, embora Jeff tenha mais aparições com sua banda de nome Christie, às vezes Elmes se apresente com uma banda homônima. 
Histórias à parte, o fato é que Christie é uma ótima banda. Me criei ouvindo "Yellow river", mas só agora fui em busca da banda, cujas músicas são impossíveis de não se gostar. Ou pelo menos as da coleção que eu consegui baixar. Se tu leu toda a história da banda, nada mais justo que agora ouvi-la. Se tu não quer saber da história da banda, pelo menos a ouça.

Yellow river (clipe alternativo)



San Bernardino (clipe alternativo gravado em um castelo alemão - sim, eu entrei eu colapso ao descobrir isso)


Man of many faces 


Picture painter (aqui a música "For all mankind", que deu nome ao segundo disco)


Iron horse


Postaria todos os vídeos de Christie, mas termino com essa bela música, que, assim como "Iron horse" não chegou a ser gravada em disco:

One for the road 


Obviamente que esse post não é resultado do meu conhecimento musical (tudo que eu fiz foi querer falar da banda), mas sim da minha pesquisa no glorioso allmusic.com, com uma página admirável sobre Christie, e do maravilhoso canal de vídeos do YouTube yowieray, com vídeos da banda e relacionados a ela - como uma música da primeira banda de Jeff Christie. O canal é do que entendi ser o site oficial de Jeff Christie, o que explica muita coisa. 
Espero que tenham gostado da banda, se não gostaram, tudo bem, não tenho compromisso de tentar descobrir o que se passa na cabeça dos leitores desse humilde beco obscuro da blogosfera. Quem quiser baixar, o caminho da luz que encontrei foi este, no qual se deve mandar um e-mail para que se receba os links de download. Licença que vou lá mandar meu e-mail.
Até mais ver. 

11 comentários:

Pandora disse...

"Espero que tenham gostado da banda, se não gostaram, tudo bem, não tenho compromisso de tentar descobrir o que se passa na cabeça dos leitores..."

Certo... Certooo... Também não precisa ser tão Lunga!!! kkkkkkkk

Você é uma graça Seerig, to meio que com dor de ouvido, outro dia escuto!!! De toda forma, gosto de saber sobre bandas e tudo e tal...

Erica Ferro disse...

Adoro essas bandas setentistas!
Geralmente as músicas são bem legais. Ah, sem falar dos figurinos que são lindos de morrer, hein?
É cada roupitcha sexy e cabelinhos lindos! hahaha

Gostei de Christie, Seerig!

Bill Falcão disse...

Ah, que boa lembrança, Aninha!! Ainda hoje, tenho o compacto (vinil) de "Yellow River", que ouvia e tocava com prazer em uma banda amadora no Rio, na minha adolescência. Vou aproveitar o embalo e passar bons momentos no YouTube, ouvindo mais!
Bjoo!!
PS: em breve, escrevo pra você, contando aquela história do Raul, OK?

Jeniffer Yara disse...

Nunca tinha ouvido falar dessa banda, sério. E só deu pra ver um vídeo deles, por que minha internet é péssima :/ Mas gostei muito(vi o vídeo num castelo alemão,hihi) e vou lá naquele site para fazer o download, estou mesmo procurando 'novas' bandas para ouvir.

Valeu a recomendação!

Beijos ><

pensandoemfamilia disse...

Olá
Não conhecia esta banda. Grata por compartilhar seus interesses.
bjs

Cássia Vicentin disse...

Eu não conhecia essa banda também, mas tô ouvindo Yellow River e estou adorando... Eu gosto de 'descobrir' bandas-nem-tão-conhecias xD

Tem presente pra você lá no blog :p (desculpa o copia e cola x_x)

Tiêgo R. Alencar disse...

Uma pena que eu não curto esse tipo de música, senão com certeza já estaria baixando como se não houvesse amanhã! Confio no seu gosto kk

Beijos!

Cássia Vicentin disse...

MAOE, olha eu de novo aqui DUUDUHDUH!
Eu adorei essa banda, até salvei umas musicas nos meus favoritos :D

Thaís de Miranda disse...

Confesso, não conheço todas, mas adoro antiguidades hahaha
Do fundo do bau :)

Cássia Vicentin disse...

Eu to pensando em começar a escrever sobre bandas que eu gosto, pq adorei sua idéia ><

Mr. Blue disse...

Demorei pra ver este post, hein, Aninha [afinal é um "in memorian" do BBN que você me dedicou, não?] Hahaha.

Achei eles mais americanos que o próprio CCR. Principalmente na "San Bernardino". A "Man of Many Faces", no entanto, tem mais um timbre inglês e nem parece tanto com CCR.

Tenho que lhe indicar uma coisa muito boa e atual que descobri esses dias (algo da "Man of Many Faces" me lembrou um pouco dessa banda, remotamente): Foxy Shazam. Se curtir faça um post sobre eles (c'mon, por mim, vai!). Mas só se curtir mesmo...

Bêjo!